Instrumentos

Afinar corretamente o seu instrumento é fundamental para correta
manutenção.
1. Escolha um ponto de referência e comece a afinar à partir desse ponto, um gancho/cunha após o outro, seguidamente, tomando o cuidado de dar o mesmo número de voltas em todos os ganchos, para não forçar uma placa mais do que a outra.
Experimente a afinação e, se necessário, complemente a afinação seguindo os mesmos critérios:
- Gancho/cunha após gancho/cunha seguidamente.
- O mesmo número de voltas em cada gancho, ou batidas na cunha.
2. Não tente dar uma afinação alta já nos primeiros dias. A pele é muito resistente e precisa ser “amaciada”. A afinação deve se dar aos poucos, para não forçar os pontos de tensão do instrumento.
3. Solte a afinação sempre depois de tocar. É essencial para que danos futuros ao instrumento não aconteçam. Desta forma, a vida útil da pele aumenta consideravelmente.

- Quando o instrumento é afinado, a direção do aro de ferro que prende a pele, segue no sentido do corpo do instrumento. Ao soltar a afinação, esse aro retorna à posição inicial, e com isso, não se aproxima do corpo, forçando as placas, ganchos e o próprio corpo de madeira, podendo causar rompimentos e rachaduras. Além disso, a pele também retorna, e sua durabilidade aumenta.

4. Procure sempre a ajuda especializada de um bom professor, para auxiliá-lo em qualquer etapa do aprendizado e uso do instrumento.