Da geração de mulheres que fazem e conquistam a escritora Raquel Almeida lança, na próxima sexta-feira (19), o livro “Sagrado Sopro – Do solo que eu renasço”.

Co-fundadora do Coletivo Literário Sarau Elo da Corrente, ela acompanha a cena da literatura periférica desde 2007, quando o coletivo também foi criado.

Entre suas referências estão Miriam Alves, Carolina Maria de Jesus, Clarice Lispector, poetas do samba e do rap, além de Malcolm X, Ângela Davis, e sua avó Adélia.

Mulher, negra e mãe, Raquel Almeida insere-se no grupo de mulheres protagonistas de suas histórias. “Nós arrombamos a porta e estamos colocando os trabalhos na rua. Fazendo e falando a poesia negra. Neste ano tivemos lançamentos lindos de mulheres como Jennifer Nascimento e Débora Garcia. Vejo que estamos nos empoderando cada vez mais e sinto orgulho de fazer parte desta geração literária de mulheres”, diz.

Serviço:
Lançamento de Sagrado Sopro - Do solo que renasço (poesia)
Autora: Raquel Almeida
Local: Saguão do Minc/Fundação Palmares (Minc), na Alameda Nothmann, 1058 - Sta Cecilia (Funarte)
A partir das 19 horas

FUNDAÇÃO CULTURAL PALMARES/MinC
Representação Regional São Paulo-SP
Telefone: (11) 2766-4320 / 2766-4322
Alameda Nothmann, 1058 - Campos Elíseos
CEP 01216-001 São Paulo/SP

www.palmares.gov.br
facebook.com/PalmaresGovBr
@culturanegra