WhatsApp Chat

Agradecemos a sua visita! Clique no ícone do Whatsapp abaixo para iniciar uma conversa com a nossa equipe.

WhatsApp Chat
whatsapp+55(11) 4858-1870 

Nenhum produto no carrinho.

Subtotal: R$0,00

Livro O Pelé da Capoeira

Mais Imagens

Livro O Pelé da Capoeira

Seja o primeiro a avaliar este produto

O Pelé da Capoeira - Natalício Neves da Silva
Simulação de frete

Informe seu CEP para calcular o valor da entrega.



Detalhes

Natalício Neves da Silva, conhecido como mestre Pelé da Bomba. Nasci em 1934, em Cipuá, distrito de Governador Mangabeira , no recôncavo da Bahia; filho do Sr. Cosme Neves e D. Isaura. Comecei a praticar a Capoeira em 1946, depois da guerra, na rampa do Mercado Modelo Velho. Tive Mestre Bugalho (chamado assim por ter os olhos grandes) como meu primeiro mestre, nesta época, comecei a dar meus primeiros passos na capoeira , ficando encantado com esta arte. Logo após, conheci Mestre Waldemar da Paixão, sempre nos encontrávamos nas festas de Largo - começavam com a festa da Conceição da Praia no dia 08 de dezembro - formando as grandes rodas de Capoeira na frente da igreja, quando terminavam íamos para a rampa do Mercado Modelo jogar. Com isso, tive a oportunidade de conhecer grandes Mestres, como: Aberrer, Traíra Cobrinha Verde, Avani Totonho de Maré, Cleones, Cabelo Bom, Domingo mão de Onça (que dava um tapa no burro e o burro caia, por isso esse nome), Barrão, Djalma da Ponteira, Cabelinho, Gerson do Porto de Misericórdia, Caiçara, Curió Velho e Curió Novo e tantos outros mais . Na Academia do Mestre Pastinhaconheci vários de seus alunos e Mestres João Grande e João Pequeno. Em 1959 fui chamado ao Exército na Região Companhia do QG , para dar aulas de Capoeira aos Militares. Em 1966, comecei a dar aulas no Corpo de Bombeiros e também na Polícia Militar, permanecendo por 15 anos. Tive várias Academias, inclusive, no Clube da Redenção, na Santa Cruz de Brotas. Sempre levando meu grupo nas festas de largo para fazerem apresentações, - Capoeira, Maculelê, Samba de Roda, Samba Duro, Festa de Aromba e até apresentando algumas mães de Santo - passei a ser reconhecido internacionalmente, tendo recebido convites para me apresentar em Nova York, Roma, Itália, França, Inglaterra e Alemanha. Também conhecido como Mestre Pelé Gogô de Ouro, gravei meuterceiro CD de Capoeira, de Samba de Roda e Samba de Viola, gravando ao vivo com meu filho Couro Seco. Sou o Mestre mais velho do Conselho da Associação Brasileira de Capoeira Angola. Continuo dando aulas a adultos e crianças, ensinando esta arte tão maravilhosa que é a Capoeira. Comercializo berimbau, atabaque, Caxixi, pandeiros, agogô, reco-reco e etc, n Terreiro de Jesus. Hoje aos 76 anos de idade e 64 anos de Capoeira posso me considerar um homem realizado, pois sempre fiz na vida o que mais amava e amo que é a Capoeira, sou o homem mais feliz quando entro em uma roda e solto a minha voz, vejo o entusiasmo das pessoas jogando e assistindo com muita alegria o jogo limpo, os movimentos perfeitos que o corpo é capaz de fazer. Tenho orgulho de dizer: amo a Capoeira, ela faz bem ao corpo e à alma. Vou continuar levantando e defendendo a Capoeira. Um AXÉ para todos os Mestres Brasileiros e Internacionais, paz e sossego. MESTRE PELÉ DA BOMBA '' Pra mim, o mestre Pelé da Bomba, homem simples, de pouca instrução, porém de muita sabedoria e razoável cultura, é um ''doutor'', formado pela ''Escola da Vida'', essa grande universidade do povo, a céu aberto, frequentada diuturnamente, por dezenas de anos a fio, ''sem folgas ou férias'' pelo cidadão comum, à semelhança desse respeitável capoeirista, que enfrentou, sem descanço, as agruras e dificiculdades nas mais diversas atividades - sempre rudes - na eterna luta pela sobrevivência. (...) 'mestre Pelé da Bomba', é o nome indiscutível a ornar, obrigatoriamente, a galeria dos maiores capoeiristas deste país, nome garantido para a posteridade nessa área, eis porque, como adepto que sou da arte , luta, dança, jogo e entretenimento, e irmão de outros 'Ás' da capoeira - mestre Gildo-Alfinete, ex-discípulo de Mestre Pastinha, afirmo que tenho satisfação pessoal enorme em discorrer sobre esse 'Bamba', que há mais de seis décadas, pratica esse esporte.'' Genaldo Lemos do Couto Diretor Juridico e Presidente da Assembleia Geral da Federação Nacional e Culto Afro-Brasileiro

Informação Adicional

SKU livro_peledabomba

Comentários do Cliente

Queremos saber sua opinião

Produto: Livro O Pelé da Capoeira

Parceiros